Nova Casa de Prisão Provisória de Rio Verde é inaugurada

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Conselho Gestor e parceiros
entregam a nova Casa de Prisão
Provisória de Rio Verde

Em uma data histórica, o Conselho Gestor da obra da Casa de Prisão Provisória (Poder Judiciário, Ministério Público, Conselho da Comunidade, ACIRV) e a Prefeitura de Rio Verde entregaram hoje o novo prédio ao governo estadual. Mais um avanço importante na segurança pública que contou com recursos e apoio da administração municipal.

O prefeito Paulo do Vale disse que a segurança pública é uma obrigação dos governos estadual e federal, mas que o município não pode fugir da responsabilidade. Ele ainda anunciou que o prédio onde funciona atualmente a CPP, no centro da cidade, será transformado em uma central de abastecimento da Educação. Será construída uma estrutura para fornecer alimentação para toda a rede municipal, hoje com cerca de 25 mil alunos.

A nova edificação foi construída nas imediações do Centro de Inserção Social (CIS), no bairro Serra Dourada, afastada do centro da cidade. A Prefeitura de Rio Verde contribuiu com a terraplanagem do terreno, que custaria em torno de R$ 700 mil na iniciativa privada, concertinas, grades e providenciou a ligação definitiva da rede elétrica. A iniciativa se soma a outras ações importantes do município na segurança pública, como a criação e efetivação da Guarda Civil Municipal.

Presidente do Conselho da Comunidade, Mardem Douglas explicou que serão oferecidas inicialmente 271 vagas com a inauguração. Ainda este ano serão ofertadas mais 60 vagas. O objetivo final é disponibilizar quase 400 vagas. A antiga CPP, além de localizada em área inapropriada, tem capacidade para apenas 107 pessoas. O novo prédio conta com muito mais segurança e já tem o alvará de funcionamento do Corpo de Bombeiros.

O juiz Wagner Gomes Pereira enfatizou que a alta qualidade da obra não apenas garante mais segurança para a sociedade, mas também dignidade aos detentos. Mobiliário, computadores, aparelhos de ar condicionado e a estrutura geral foram pagos com recursos advindos da colaboração do Ministério Público Estadual e do Poder Judiciário.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
Denizar de Sá - CEO Denizar A Tribuna
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×