Como pai, o que você está fazendo para criar um mundo melhor para as futuras gerações?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Como pai, o que você está fazendo
para criar um mundo melhor para as futuras gerações?

Eu acredito que se tornar pai é uma das maiores transformações que um homem pode ter em termos de mudança de perspectivas, sonhos e desafios. Desde a primeira vez que vi minha filha ainda no hospital, senti que a minha vida havia mudado para sempre. Meu modo de pensar mudou e os desejos da minha filha se tornaram minha maior prioridade.

Passei a enxergar todas as suas complexidades como pai de menina e não somente como homem e marido, mas confesso que tive que passar por algumas mudanças para me tornar mais consciente e poder educá-la para um mundo que, infelizmente, traz muitos desafios às mulheres e isso me preocupa.

Minha filha nasceu no meio de duas outras grandes mudanças pessoais na minha vida. Em 2016, eu já empreendia há cinco anos, me deparei com a necessidade de tomar decisões difíceis que beiravam a tênue linha entre a sobrevivência do meu negócio e a manutenção dos meus princípios morais e éticos. Graças à criação que recebi dos meus pais, percebi que não fazia mais sentido os negócios tradicionais. Então comecei a estudar alternativas que faziam sentido alinhado aos meus valores e propósitos, me deparei então com o conceito dos negócios sociais e de impacto positivo e não tive dúvidas que era esse o rumo que eu queria seguir com minha trajetória profissional.

Foi então que em 2018 me tornei sócio da Positiv.a e lá, meus sócios, minhas sócias e todo o time me fizeram perceber em profundidade o quanto o modelo de mundo atual não funciona mais. Esse modelo nos distanciou drasticamente da essência da vida, com suas práticas desumanas e desconectadas da nossa verdadeira natureza. Maltratamos a terra, a maior das nossas casas, desprezamos o nosso corpo, nos tornando escravos da nossa própria ganância, produzindo efeitos desastrosos em todas as esferas do planeta.

Que bom que o mundo dos negócios despertou para uma nova abordagem e até o período de pandemia despertou em muitas pessoas a consciência sobre o mundo que estamos construindo para as próximas gerações. O ESG (Environmental, social and corporate governance – em português, ambiental, social e governanças) ganhou força e, seja por um propósito genuíno ou apenas pela pressão da sociedade, estamos vendo mudanças positivas sendo feitas por grandes players do mercado.

Além dessas mudanças em relação ao cuidado do meio ambiente, acrescento a necessidade de termos um mundo com mais lideranças femininas. Será um lugar melhor para todos e a vida me deu a chance de educar a minha filha para que ela seja consciente de todos os desafios que terá como mulher e, para isso, meu objetivo como pai é mostrar que ela é capaz de ser o que quiser e quando ela quiser, apesar de todos os desafios que ela enfrentará em um mundo machista e desigual.

O mundo precisa de homens melhores e esse é, talvez, meu primeiro grande passo para ajudar a construir o mundo que quero deixar para ela. Não tenho dúvidas que me cercando de pessoas boas, caridosas, de coração aberto, espiritualizadas no sentido real da palavra e através do exemplo, começando dentro de casa, a minha filha será como estas pessoas. Exemplos valem muito mais que conselhos e pretendo manter-me firme e coerente neste caminho.

Sobre Leandro Menezes

Leandro Menezes é co-CEO da Positiv.a, empresa B que cria soluções para cuidar da casa, do corpo e da natureza. Entrou no quadro societário da empresa em 2018 após realizar uma rodada de investimento por meio da Impulsum, venture capital que fundou com foco em negócios de impacto. Atualmente, divide o posto de CEO com Marcella Zambardino, uma das fundadoras da Positiv.a. Com vasta experiência no varejo, onde empreendeu por 8 anos, em finanças corporativas e gestão de negócios, é formado em Administração de Empresas, na PUC-SP, possui MBA em empreendedorismo pela B.I. International e já passou por empresas como Novartis e Gafisa.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×