Enel e Lasa inauguram nova subestação em Ipameri

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

ENEL E LASA INAUGURAM NOVA
SUBESTAÇÃO EM IPAMERI

  • Investimento supera R$ 50 milhões em todo o sistema, que inclui uma nova linha de distribuição de alta tensão com 55 quilômetros de extensão. 

  • Obra vai liberar 9,57 MVA de demanda reprimida na região, o que vai permitir conexão de novos clientes e aumento da potência ofertada. 

Goiânia, 29 de junho de 2021 – A Enel Distribuição entregou nesta terça-feira (29) a Subestação Paineiras. A obra é uma parceria com o Grupo Lasa Lago Azul, especializado na produção de óleo, álcool e energia, e vai beneficiar as cidades de IpameriPires do Rio e Campo Alegre. Foram investidos mais de R$ 50 milhões no sistema, que inclui a nova subestação e uma nova linha de distribuição de alta tensão. A cerimônia foi realizada de forma virtual, devido à pandemia, e contou com a participação de autoridades e convidados.  

Além da nova subestação, que dispõe de um transformador de 20 MVA, foi concluída uma linha de distribuição de alta tensão d55 quilômetros de extensão, que interliga a Subestação Pires do Rio à Subestação PaineirasPara permitir esta interligação foi ampliada a Subestação Pires do Rio com a construção de um vão de linha 69 kV. Ainda está prevista para ser concluída até 2025 a construção de cerca de 113 quilômetros de novas redes de média tensão para compor o sistema. “É uma obra que vai melhorar a qualidade do fornecimento e os níveis de tensão para os clientes da região”, explica o responsável por Infraestrutura e Redes da Enel Distribuição Goiás, José Luis Salas. 

A nova Subestação Paineiras também atenderá 9,57 MVA de demanda reprimida. “Isso significa que vamos atender às solicitações de liberação ou aumento de carga, permitindo a conexão de novos clientes ao sistema ou mesmo aumentando a potência fornecida, possibilitando ampliações de negócios, especialmente da produção rural tão forte na região”, afirma Salas. 

Também foram instalados dois novos bancos de capacitores, equipamentos que aliviam o sistema elétrico e melhoram a qualidade da energia que sai da subestação e é distribuída para residências, comércios e indústrias. Os dispositivos ajudam a evitar oscilações nos níveis de tensão, mantendo o fator de potência dentro dos limites regulamentados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 

De acordo com diretor-presidente da LasaPaulo Gontijo, o investimento feito no sistema vai permitir a implantação, em Ipameri, de uma usina termoelétrica com capacidade de geração de 15 MW, prevista para entrar em operação em 2023. “Essa usina vai reforçar ainda mais o sistema e é resultado de um investimento de R$ 150 milhões. Com ela teremos condições de exportar energia produzida na região”, ressalta.

 

Redes do Futuro 

Esta obra faz parte do projeto Redes do Futuro, que tem como objetivo trazer para Goiás o que há de mais moderno no mundo da distribuição de energia elétrica, com redes inteligentes, sistemas digitais e equipamentos modernos e telecontrolados por um Centro de Operações totalmente reconstruído.  

“Todas as regiões de Goiás estão recebendo melhorias no sistema elétrico. Só neste ano serão construídas 13 novas subestações e modernizadas e ampliadas outras 54.  Além disso, está prevista a construção de mais 7 mil quilômetros de novas redes, o que vai permitir que zeremos, até 2022, a demanda reprimida por energia no Estado”, informa o presidente da Enel Distribuição Goiás, José Nunes. 

Desde que assumiu o controle da distribuição de energia em Goiás, em fevereiro de 2017, a Enel tem investido fortemente em obras estruturais de construção, ampliação e modernização de subestações em todo o Estado. Nos quatro primeiros anos, foram entregues 12 novas subestações e ampliadas e modernizadas outras 93 unidades.  O resultado desse trabalho é uma maior oferta de energia para os goianos. Quando a Enel assumiu a Celg, o Estado tinha uma demanda reprimida de energia de 610 MVA. Hoje a companhia atingiu 146 MVA – uma redução de cerca de 80% -, e para 2021 a meta é diminuir este número para menos da metade, 56 MVA.

 

Sobre a Enel Distribuição Goiás 

A Enel Distribuição Goiás, subsidiária da multinacional italiana Enel, atende 237 municípios do Estado de Goiás, abrangendo 98,7% do território estadual, com cobertura de uma área de 336.871 km². A Região Metropolitana de Goiânia representa a maior concentração do total de 3 milhões de clientes atendidos pela companhia.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×