Sex Shop fecha por 2 dias por causa de COVID-19

Nos do Jornal A Tribuna sempre trazemos noticias de nossa cidade de Rio Verde e Região com qualidade e seriedade, analisamos sempre os fatos e apoiamos a verdade.

Na onda do fecha-fecha do prefeito, agora foi um sex shop, sabemos que os casos de morte e contaminação aumentou, isso se deve do prefeito atual está afrouxando as regras pensando na reeleição.

Porém como rotina a vigilância sanitária e a secretária está fazendo os teste em empresas acima de 15 funcionário, isso vem desde do inicio da pandemia.

Como ocorreu na perdigão onde saltou os casos de COVID-19 na cidade.

Neste caso de hoje vemos um sex shop (sim, empresa que tem mais de 15 funcionário) muito conhecido na cidade, tem torno de 10 anos e bastante grande.

Nós da redação quando recebemos a mensagem sobre o ocorrido, achamos interessante investigar, pois pelo número de funcionário impressionou a nós.

Confirmamos que são 16 funcionários e entre eles 3 com caso de COVID-19, agora leitor, sabe que a empresa tem que pausar as atividade por 2 dias, passar pela limpeza da prefeitura e instalar mais pontos de álcool gel.

Sempre somos um jornal imparcial quando se diz em administração pública, porém após conversa com a responsável pelo telefone Haiene Santos, a mesma confirmou que no mínimo 80% das vendas é via entregador, e últimos dias estava em uma média de 40 a 50 pedidos por dia.

Como não tem visitação, por que parou a empresa por 2 dias, sabemos que é o tempo que eles aplicam, porém não se trata de um local que temos clientes entrando e saindo todo momento.

Empresa já está organizando os dosadores e retorna as atividades na segunda-feira com todos funcionários, sem os 3 que estarão em isolamento social.

Farão atendimento via Whatsapp normalmente apenas entrega via motoboy da loja 02 que não foi fechada, Haiene informou que a outra unidade não tem como operar pois passou por reforma é destinada apenas estoque, e ficaram apenas 2 funcionários no local.