Governo irá rastrear e monitorar casos de Covid-19 pelo celular

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Governo de Goiás irá rastrear e
monitorar
casos de Covid-19
pelo celular com o aplicativo
Dados do Bem

Com o aplicativo Dados do Bem, o Estado e 78 prefeituras goianas
vão identificar suspeitos e diagnosticados com coronavírus, além
de indicar quem deverá fazer o teste. Desta forma, as estratégias de isolamento
social ou flexibilização serão ainda mais específicas para cada região ou bairro

Com o nome de Dados do Bem, o Governo de Goiás disponibilizará em breve um aplicativo que tem como objetivo rastrear e monitorar goianos com suspeita de Covid-19 ou já diagnosticados. A ferramenta foi apresentada na última segunda-feira, dia 13, pelo governador Ronaldo Caiado em videoconferência, acompanhado dos secretários Ismael Alexandrino (Saúde) e Adriano da Rocha Lima (Governadoria), a prefeitos, secretários municipais de Saúde, presidentes de associações e sindicatos de profissionais da área da saúde, entre outros agentes que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus.

Desenvolvido pelo Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino, em parceria com a Zoox Smart Data, o aplicativo foi doado ao Governo de Goiás. A previsão é de que o contrato seja assinado entre a empresa e o Estado até a próxima quarta-feira para que, em seguida, as prefeituras goianas possam fazer a adesão. A ferramenta já está disponível nas lojas virtuais Google Play e App Store e é utilizada também pelo Governo do Rio de Janeiro.

A princípio, a adesão poderá ser feita pelos 78 municípios, entre os que têm o maior percentual de contaminação e as cidades turísticas. A escolha foi determinada por critérios técnicos elaborados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), por meio da Superintendência de Vigilância em Saúde (Suvisa), em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). “Esses 78 municípios devem ter quase 2/3 da população de Goiás. Estamos falando de aproximadamente 4,5 milhões de pessoas. É um universo muito grande”, ressaltou o governador. Também nesta segunda-feira, Caiado anunciou a ampliação da testagem em massa da população dessas 78 cidades, a partir do rastreamento via aplicativo, e por meio de outra parceria. Desta vez, um convênio que está sendo firmado com o Instituto Butantan, de São Paulo, e o programa Todos Pela Saúde, do Banco Itaú em parceria com outros órgãos.
Confira os 78 municípios:

1 Abadia de Goiás

2 Abadiânia

3 Acreúna

4 Águas Lindas De Goiás

5 Alexânia

6 Anápolis

7 Anicuns

8 Aparecida de Goiânia

9 Aragarças

10 Americano do Brasil

11 Alto Paraíso de Goiás

12 Bela Vista de Goiás

13 Bonfinópolis

14 Buriti Alegre

15 Bom Jesus de Goiás

16 Barro Alto

17 Cachoeira Alta

18 Caçu

19 Caldas Novas

20 Catalão

21 Ceres

22 Cidade Ocidental

23 Cocalzinho de Goiás

24 Crixás

25 Chapadão do Céu

26 Campos Belos

27 Cristalina

28 Formosa

29 Goianésia

30 Goiânia

31 Goiás

32 Goiatuba

33 Guapó

34 Goianápolis

35 Hidrolândia

36 Inhumas

37 Iporá

38 Itaberaí

39 Itumbiara

40 Ipameri

41 Jataí

42 Jussara

43 Luziânia

44 Leopoldo de Bulhões

45 Maurilândia

46 Mineiros

47 Montividiu

48 Morrinhos

49 Niquelândia

50 Nova Crixás

51 Nova Glória

52 Novo Gama

53 Orizona

54 Padre Bernardo

55 Palmeiras de Goiás

56 Pirenópolis

57 Pires do Rio

58 Planaltina

59 Porangatu

60 Posse

61 Piracanjuba

62 Quirinópolis

63 Rio Verde

64 Rubiataba

65 Rialma

66 Santa Helena de Goiás

67 Santo Antônio de Goiás

68 Santo Antônio do Descoberto

69 São João D’aliança

70 São Luís de Montes Belos

71 São Simão

72 Senador Canedo

73 Silvânia

74 Terezópolis de Goiás

75 Trindade

76 Uruaçu

77 Valparaíso de Goiás

78 Vianópolis

Para que o rastreamento seja realizado da forma adequada será necessário o empenho de cada município goiano para a divulgação e popularização do aplicativo, conforme o secretário da Saúde, Ismael Alexandrino. “É um projeto muito bem estruturado, mas o Estado não consegue executá-lo sozinho. Precisamos, mais do que nunca, fazer a nossa atenção primária funcionar neste momento e serem atores e protagonistas nesse processo”, pontuou. Ou seja, a atuação dos agentes de saúde, agentes de endemias, enfermeiros, técnicos de enfermagem e os médicos que atuam em cada cidade são fundamentais neste processo.

Como o app funciona?

Depois de baixá-lo na Google Play ou App Store, o cidadão deverá fazer um cadastro inicial, informando nome, endereço e número do CPF. Em seguida, a pessoa deverá informar a localização, ler a política de privacidade e responder algumas perguntas sobre autoavaliação, mesmo que não apresente nenhum sintoma da Covid-19. A partir dessas informações, o app indicará se o cidadão deverá ou não fazer um exame. “Se for o caso, a pessoa vai receber um QRCode no celular, que vai dizer qual local a pessoa tem que se dirigir para fazer o teste”, declarou o secretário da Governadoria, Adriano da Rocha Lima. Na unidade básica de saúde indicada pelo aplicativo, a pessoa mostrará o QRCode e o exame será realizado sem que haja a necessidade de uma nova triagem.

“Se o exame der positivo, aquele cidadão irá informar o nome de algumas pessoas que normalmente têm contato no dia a dia e essas pessoas receberão uma mensagem de texto pelo celular as convidando a também fazer o teste para saber se elas se contaminaram”, frisou o secretário. Essas informações ajudarão no mapeamento e entendimento da propagação do vírus em cada município. As pessoas não contaminadas ou que tiveram o resultado negativo poderão manter o aplicativo no celular para acompanhar as estatísticas da região. Além disso, é importante que os diagnosticados com o novo coronavírus façam um check-in diariamente para que seja analisada a evolução dos sintomas e que os dados sejam submetidos avaliação da disseminação da doença.

Adriano da Rocha Lima ainda destacou que as pessoas não precisarão gastar dados móveis para utilizar o aplicativo. Devido aos diversos patrocínios realizados, incluindo por operadoras de celular, a ferramenta será gratuita “Ao utilizar o app, mesmo que estiver fora da rede wi-fi, ele não consome de planos de dados do celular. É um app totalmente gratuito para se navegar”, explicou Adriano.

Isolamento específico

Com o rastreamento das pessoas contaminadas, as Secretarias de Saúde do Estado e dos municípios poderão adotar estratégias mais específicas. “Antes, você tinha que dar o remédio do isolamento para todos. A partir do momento que você tem o rastreamento, o isolamento é dado para aqueles que realmente precisam se isolar, que estão contaminados ou com grande risco de se contaminar pela convivência com os diagnosticados”, reforçou Adriano da Rocha Lima.

Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim, o funcionamento do aplicativo e a testagem devem caminhar juntas. E para quebrar a corrente de transmissão da doença, é fundamental identificar os contaminados e sua rede de contatos. “Por isso a ampliação da testagem nesse momento”, afirmou. Assim que a SES-GO entender que o monitoramento dos contaminados nessas 78 cidades está seguindo de acordo com o planejamento, outras cidades também receberão novos testes. “O momento agora é testar, identificar contato, isolar e monitorar”, enfatizou.

Em agradecimento ao governador Ronaldo Caiado por mais uma ferramenta de auxílio às prefeituras no combate ao novo coronavírus, o prefeito de Formosa, Gustavo Marques, realçou a importância da união entre municípios e Estado. “Quero agradecer por tudo que o senhor está fazendo pelo Estado e pela nossa região. E dizer aos demais prefeitos que temos que ajudar, ele [governador] sozinho não dá conta. Temos que nos ajudar para que a saúde do Estado seja cada dia melhor”, disse Gustavo Marques.

Já o prefeito de Santa Helena, João Alberto Vieira Rodrigues, destacou a importância da regionalização da saúde, principalmente neste momento de pandemia. “Quero parabenizar ao governador e toda equipe por essas políticas que estão sendo implantadas no Estado. Confesso que essa criação de novos leitos regionalizada é o que faz toda a diferença no processo entre a vida e a morte dos contaminados por Covid-19”, apontou João Alberto.

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Denizar de Sá - CEO Denizar A Tribuna
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×