Linha de Ônibus para Pontal do Araguaia-MT

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Vereadora Fabiana Corte pede linha de ônibus para Pontal do Araguaia

Indicada na Câmara Municipal, a proposta também foi levantada durante audiência que discutiu concessão de transporte público em Barra do Garças_

A vereadora Fabiana Corte fez uma indicação, na Câmara Municipal, na semana passada, para a implantação de uma linha de transporte coletivo, que atenda Pontal do Araguaia. Segundo ela, o serviço é indispensável, visto o crescimento do município e a distribuição da população em áreas distantes do centro comercial. A ideia já havia sido discutida em uma audiência pública sobre a concessão do transporte coletivo em Barra do Garças.

Pontal do Araguaia não conta com serviço de transporte coletivo e, segundo a vereadora, essa falta causa transtorno aos moradores das regiões distantes. Na Câmara, na sessão do dia 26 de março, Fabiana destacou que o percurso entre o centro comercial do município e bairros como o Maria Joaquina, o Murilão e o Maria Luzia de Moraes, chega a cerca de 6 km.

A vereadora chamou a atenção para a existência de uma população de universitários, que frequentam a Faculdade Catedral e as Faculdades Unidas do Vale do Araguaia (Univar). Esses moradores também reclamam da falta de um ônibus, que dê acesso à Barra do Garças e Aragarças.

“As pessoas não têm condições de ir ao centro de Barra do Garças, porque o único transporte público que tem no município é o mototaxi”, destacou Fabiana. Para ela, é preciso que a administração pública faça um estudo de demanda e apresente a empresa que oferece o serviço em Barra do Garças.

Durante a audiência pública, ocorrida no dia 16 de março, na Câmara de Barra, foi levantada a proposta de uma rota para o Pontal. A audiência discutia a concessão do transporte coletivo e propunha alterações no edital do certame. Foi lembrado que, por mais de 10 anos, um veículo do serviço de Barra do Garças fazia a rota do terminal até o campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) no Pontal.

Segundo Paulo Augusto de Souza, diretor da Garças Tur, empresa que realiza o serviço atualmente em Barra do Garças, essa linha ficou inviável por falta de demanda. “A linha foi interrompida pelo fato da UFMT transportar gratuitamente seus alunos e pela chegada dos serviços de mototaxis no município”, diz ao Semana7.

Depois de algum tempo, conta Paulo, o serviço retornou ao município por duas vezes, mas a empresa registrou uma insignificante taxa de ocupação. Na época, o Poder Público também não colaborou com a infraestrutura dos pontos de parada e rotas acessíveis, segundo o diretor da Garças Tur.

A instalação de uma base da empresa Sanches Tripoloni motivou mais uma vez a implantação de uma linha até a unidade para atender os funcionários. Mas, com a diminuição das atividades da empreiteira na região, o ônibus serviu apenas para a demanda do município, que ainda não era suficiente. Novamente, a linha tornou-se inviável.

Paulo acrescenta que se põe a disposição de uma nova tentativa, mas espera contar com a colaboração do Poder Público no oferecimento de infraestrutura para o funcionamento do serviço. Ele também espera que a demanda seja suficiente para que a empresa consiga manter um veículo para o município.

Fabiana lembra que, quando essas tentativas ocorreram, Pontal do Araguaia tinha de 3 mil a 4 mil habitantes. Hoje o município atinge os 6 mil, o que representa também a possibilidade de elevação na demanda pelo serviço. A vereadora também destaca que atualmente as rotas aos bairros afastados são totalmente acessíveis.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Denizar de Sá - CEO Denizar A Tribuna

Deixe uma resposta

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×