O que é relações públicas, qual o mercado de trabalho?

relacoes_publicas_mercado_de_trabalho
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

relacoes_publicas_mercado_de_trabalho

Muitas pessoas não fazem ideia do que é relações públicas ou aonde ela se aplica. Porém, isto não é raro visto que o próprio termo “relações públicas” suscita dúvidas, já que se trata de uma palavra com vários significados: atividade profissional, campo, curso superior. Surgem, então, questionamentos quanto a o que faz um profissional de relações públicas e qual o mercado de trabalho dessa profissão.

Resumidamente, o profissional de relações públicas realiza o relacionamento com os públicos estratégicos de uma organização: os colaboradores (interno), os clientes, imprensa, governo (externo), acionistas e fornecedores (misto). Por meio de estratégias de comunicação e planejamento, o comunicador elabora e aplica ferramentas para construir a imagem de uma instituição ou figura pública e transmiti-la da melhor maneira. Para isso, é claro, é preciso entender os seus públicos, por isso, nos cursos de graduação de RP, se estuda cadeiras de psicologia, antropologia, ética a fim de compreender os comportamentos das pessoas, quais as prováveis reações. Dessa maneira, aliando esses conhecimentos a métodos de pesquisa quantitativa e qualitativa, também aprendidos na formação, é possível analisar os relacionamentos para propor melhorias e novas estratégias. Além disso, a posteriori, o profissional de relações públicas também pode exercer uma função importante de avaliação de resultados dos programas de comunicação que foram executados.

Dessa maneira, logo no começo do curso de relações públicas, os estudantes desenvolvem um olhar sensibilizado para observar como as relações públicas foram aplicadas ao longo da história, com figuras como Getúlio Vargas, e até hoje. O Mc Donalds, por exemplo, exemplifica muito bem a importância de conhecer os públicos, criar estratégias para se comunicar com ele e desenvolver produtos para eles: na Índia, onde a vaca é sagrada, o cardápio é vegetariano; em um bairro ortodoxo de Israel, o restaurante é considerado kosher. Dessa maneira, aí está um bom exemplo de um trabalho de relações públicas, pois ele busca a melhor maneira de harmonizar as relações entre os públicos e empresas a fim de oferecer benefícios aos dois, pois, claro, as empresas visam o lucro, mas de nada adianta uma empresa sem clientes.

A dificuldade de definir o que é relações públicas também deriva do fato de haver muitas possibilidades de caminhos para seguir. No entanto, isso é positivo, pois atualmente, o mercado de trabalho busca cada vez mais habilitados em diversas funções. Veja abaixo as principais áreas do campo de atuação das relações públicas:

Eventos

Talvez, eventos seja uma das primeiras áreas que as pessoas relacionam aos RPs, e de fato, nos bastidores dos eventos há uma complexa organização. Nesse caso, o comunicador deve possuir olhar estratégico sobre as necessidades da organização, estabelecendo o tipo de evento, planejando cronogramas, propondo meios de divulgação. Por isso, a formação em RP é um diferencial: o profissional saberá planejar o evento para os públicos específicos, utilizando os veículos de comunicação direcionados para eles, proporcionando um retorno maior para a organização.

Assessoria de imprensa

O trabalho do profissional de relações públicas se baseia em estabelecer e manter relacionamentos entre organizações ou pessoas com a mídia, criando credibilidade. Segundo Neka Machado, professora da Escola de Comunicação Artes e Design da PUCRS, o profissional trabalhará com a elaboração de press releases, que contenham notícias da organização e que sejam de interesse público, para divulgá-los no momento adequado e para mais de um veículo de comunicação. O profissional de relações públicas pode também atuar como assessor de imprensa do governo, caso deseje realizar um concurso público.

Cerimonial e protocolo

O cerimonialista deve ser imparcial e responsável, segundo profissionais da área como Aristides Germani, cerimonialista de governos gaúchos há 30 anos, o cerimonial tem, dentre suas funções o planejamento de: discurso, lugares de honra, hinos, placas comemorativas, filas de cumprimentos, visita de delegações, visita de autoridades, jantares e almoços;

Gestão de crise

Quando um avião cai, pessoas são contaminadas por um produto, celulares explodem, as empresas responsáveis por esses produtos e acontecimentos sofrem crises, isto é, perdem credibilidade e entram em riscos financeiros. No entanto, organizações bem preparadas contam com profissionais capazes de gerenciar crises, eles interagem com diversos setores, públicos dentro e fora da organização, esclarecendo as falhas cometidas, evitando causar impactos negativos e tentando contornar a situação.

Diplomacia corporativa

Nesse caso, o profissional é responsável por representar os interesses de uma empresa perante, outras empresas ou governos no exterior.

Relações Públicas Digitais

O trabalho de Relações Públicas Digitais se articula com o Marketing Digital. Nesse caso, o profissional auxilia no gerenciamento e monitoramento das mídias sociais para a construção de um bom relacionamento com os públicos estratégicos. Dessa forma, considerando a importância do planejamento e da formulação de estratégias para essa função, a formação em Relações Públicas se torna um diferencial.

Tendo em vista que, atualmente, a imagem e as informações das organizações são cada vez mais acessíveis para os públicos, pode-se dizer que as Relações Públicas tendem a ser mais buscadas e valorizadas. Ademais, esta é uma formação que oferece um grande campo de trabalho com muitas oportunidades. Dessa maneira, existe um mercado de trabalho interessante para esta profissão, por isso, no caso de identificação com as características e funções, vale a pena colocar na lista de opções de graduação.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×