Reconduzido na Alego, Lissauer Vieira reafirma a independência e harmonia entre os poderes como marcas de sua gestão

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Reconduzido na Alego, Lissauer Vieira
reafirma a independência e harmonia
entre os poderes como marcas de sua gestão

Visualização da imagem

A nova Mesa Diretora da Alego, composta pelo presidente Lissauer
e outros sete parlamentares, tomou posse para o biênio 2021/2023
O deputado Lissauer Vieira (PSB), foi reconduzido ao cargo de presidente da Assembleia Legislativa de Goiás em cerimônia que empossou a nova Mesa Diretora para o biênio 2021/2023 na tarde desta segunda-feira, 1°. Ao lado do governador de Goiás, Ronaldo Caiado, do presidente recém-empossado do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), Carlos França, de outras autoridades estaduais e dos deputados da 19ª Legislatura que o elegeram unanimemente para continuar à frente do Parlamento, Lissauer reafirmou a gestão de diálogo e independência e se comprometeu a manter a união dos Poderes e órgãos autônomos nos próximos dois anos.
“Fiz questão de citar o nome de todos vocês pela importância que representam. Independentemente de bandeiras políticas e representatividade de cada parlamentar, essa Casa de Leis tem hoje uma harmonia e um trabalho sério em prol de Goiás. O Parlamento é feito das discussões, debates, proposição de ideias e até mesmo das divergências, um trabalho que os senhores deputados e deputadas fazem com muito caráter, decência e espírito democrático. Temos muito ainda a conquistar, mas com união, determinação e diálogo, chegaremos lá”, iniciou, agradecendo aos seus pares.
Além do presidente Lissauer Vieira, a nova Mesa Diretora do Legislativo goiano é formada pelos seguintes parlamentares: Henrique Arantes (MDB), primeiro vice-presidente; Cairo Salim (Pros), segundo vice-presidente; Major Araújo (PSL), terceiro vice-presidente; Álvaro Guimarães (DEM), primeiro secretário; Julio Pina (PRTB), segundo secretário; Tião Caroço (sem partido) – ausente na cerimônia por motivos de saúde, terceiro secretário; e Iso Moreira (DEM), quarto secretário.
O presidente destacou como marca de sua gestão a independência do Poder Legislativo. “Independência para divergir, mas também para convergir em torno dos interesses maiores de Goiás. A Casa do povo goiano é a Casa do diálogo e do equilíbrio. Aqui devemos agir com foco na construção de consensos e na garantia da governabilidade. Sem radicalismos e sempre com o espírito desarmado. Os poderes constituídos não podem fazer oposição entre si. Foi assim que nos pautamos nos dois últimos anos e será assim que continuaremos nos conduzindo. De forma democrática, vamos manter abertos os canais de comunicação com o Executivo e Judiciário, com o Ministério Público, Tribunais de Contas do Estado e dos Municípios e Defensoria Pública, sempre realizando a interlocução necessária à conciliação e ao entendimento em favor das demandas do povo goiano”, ressaltou.
Também foram tônicas da fala do parlamentar os desafios gerados pela pandemia da covid- 19, cenário enfrentado desde março de 2020. Em sua retrospectiva do primeiro biênio à frente da Alego, Lissauer apontou que a Alego foi o primeiro Parlamento estadual a adotar sessões remotas e lembrou algumas das medidas emergenciais debatidas na Casa. “Aprovamos a criação dos hospitais de campanha, a destinação de R$ 351 milhões para o Fundo Estadual de Saúde e estadualizamos hospitais em todas as regiões de Goiás. Doamos R$ 10 milhões de nossas economias ao Executivo para usar na aquisição de equipamentos e materiais hospitalares, cestas básicas e outros itens necessários no enfrentamento do vírus”, detalhou o presidente ao mencionar a economia de gastos realizada pela Casa em 2020.
“Não faltamos ao nosso dever diante da crise da pandemia e em outros momentos difíceis. Cumprimos o nosso papel e demos a nossa contribuição. Cortamos gastos, fizemos economia e votamos corajosamente medidas amargas, mas necessárias à superação de obstáculos, sobretudo do ponto de vista fiscal. Sempre obtivemos do governador Ronaldo Caiado um tratamento cortês, respeitoso e democrático. Pela via do diálogo, o governador sempre buscou o aconselhamento e o respaldo da Assembleia nas ações do governo. Pela longa carreira parlamentar, aprendeu a valorizar o Legislativo e dar à instituição a importância e os créditos devidos. Fomos parceiros e, por certo, vamos seguir neste caminho, em favor da prosperidade e do desenvolvimento de Goiás”, destacou.
Ao reiterar a independência do Legislativo goiano, Lissauer apontou alguns benefícios que os deputados levaram às suas bases nos municípios, a exemplo das emendas impositivas no orçamento do Estado. “Essa é uma conquista do Parlamento goiano, respaldada pelo governador Ronaldo Caiado, que sempre cumpriu à risca os seus compromissos. Outra conquista é a nova sede da Alego. Com cronograma de obras adiantado, a previsão é de que até março do ano que vem seja possível fazermos a mudança total para o novo parlamento, situado no Park Lozandes, na região leste de Goiânia”, elencou.
Ele também avaliou que, apesar das dificuldades impostas pela pandemia, este foi um período produtivo, de crescimento e aprendizado. “Fomos surpreendidos, mas temos conseguido, com o apoio de todos, nos superar a cada dia sem perder a esperança. E é com esperança e otimismo, mas também muita gratidão e trabalho, que vislumbro os próximos dois anos no Legislativo goiano.
O presidente destacou a presença dos seus pais, filhos e esposa, no plenário Getulino Artiaga, agradeceu o apoio irrestrito de sua família e estendeu seus agradecimentos ao povo goiano. “Agradeço, por fim, a presença de todos nesta solenidade, e também àqueles que nos assistem on-line, e rogo a Deus para que continue nos protegendo e iluminando o nosso caminho”, concluiu.
Ao retornar à presidência da solenidade de posse, Lissauer a declarou encerrada e convocou sessão ordinária híbrida para o dia 15 de fevereiro, às 15h.

Ainda fizeram parte da mesa dos trabalhos da solenidade o procurador-geral de Justiça, Aylton Flávio Vechi; e o defensor público-geral, Domilson Rabelo. Também compareceram na solenidade o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos); o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, vereador Romário Policarpo (Patriota); e os presidentes dos Tribunais de Contas do Estado e dos Municípios, os conselheiros Edson José Ferrari e Joaquim de Castro. (Fotos: Ruber Couto)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Denizar de Sá - CEO Denizar A Tribuna
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×